Saiba mais sobre Depilação a laser
close

Depilação a laser

Compartilhe esse artigo:

O ato de depilar os pelos é um costume muito antigo e que vem crescendo cada vez mais entre as pessoas, tanto que, hoje em dia, podemos dizer que não é mais algo exclusivo das mulheres, mas os homens também passaram a se depilar.

Seja por questões estéticas ou por saúde, depilar virou rotina na vida de muitas pessoas, mas a verdade é que usar aparelho de depilação, ou como é mais conhecido popularmente, o gillette ou prestobarba muitas vezes é incômodo, não é mesmo?

Além disso, muitas pessoas possuem alergia ao atrito que o gillette causa na pele e, para isso, existe a alternativa de depilação com cera, mas ainda assim é dolorosa e nem todo mundo gosta!

Sendo assim, era necessário criar uma alternativa melhor e mais moderna, por isso a depilação a laser entrou no mercado para fazer a diferença e trazer muitos benefícios para a pele.

Ficou curioso sobre o assunto e quer saber mais sobre, né? Então não deixe de acompanhar esse texto até o final, pois hoje vamos falar tudo sobre a depilação a laser e tirar todas as suas dúvidas, vamos lá?!

O que é a depilação a laser?

Se os seus pelos são bem discretos e formam aquela penugem bem suave e quase loira, distribuído de forma sutil pelo seu corpo, a depilação a laser pode então não ser necessária na sua vida, mas, se você quiser, pode fazer sem problemas.

Porém, o foco principal desse tipo de depilação são pessoas que sofrem com uma quantidade excessiva de pelos escuros, rebeldes, grossos e espalhados pelo corpo todo.

Sendo assim, esse método de depilação pode ser uma forma de liberdade e conforto, pois, em algumas sessões, dependendo do caso, praticamente 100% dos pelos desaparecem.

A depilação a laser pode ser classificada como o melhor método para acabar com esses pelos indesejados, em várias regiões do corpo, sendo algumas delas:

  • Axilas;
  • Pernas;
  • Virilha;
  • Barba;
  • Braços;

A depilação a laser pode ser realizada praticamente em todas as áreas do corpo, menos em áreas das mucosas e diretamente sobre os órgãos genitais.

Sendo necessário em média cerca de 4-6 sessões para eliminar totalmente os pelos da região escolhida para tratamento, e apenas 1 sessão anual para manutenção do procedimento.

Como funciona a depilação a laser?

A depilação a laser é feita através de um aparelho de laser que emite um comprimento de onda gerando calor e atingindo o local onde o pelo nasce.

Ou seja, esse método elimina o pelo através dessa energia, que em forma de luz é atraída e percebida pela melanina que, é um pigmento presente no fio, sendo responsável pela coloração do mesmo.

A energia térmica que esse tratamento emite é capaz de destruir ou retardar a capacidade do folículo de produzir novos fios, sendo assim, os pelos que não “morrem” na hora, acabam crescendo lentamente, mais claros e mais finos.

Vale a pena ressaltar que quanto mais escuro o pelo for, melhor será o resultado e na primeira sessão o profissional limpará de forma adequada a pele, para remover qualquer vestígio de sujeira ou oleosidade da pele.

Após cada região tratada na sessão, é recomendado o resfriamento da pele em casa, com algum gel, mas a maioria dos equipamentos recentes possuem uma ponteira que causa o resfriamento do local.

Esse resfriamento é feito após cada disparo realizado pelo laser, mas, mesmo assim, é recomendado usar uma loção calmante na pele durante alguns dias.

Os pelos que não forem eliminados na hora, 15 dias depois do tratamento começam a soltar e cair, sendo facilmente removidos com uma esfoliação na pele durante o banho, alguns até mesmo apenas com sabonete.

Depilação a laser é dolorosa?

A dor é algo muito relativo, que depende de cada pessoa, mas se você já passou pela irritação que o gillette causa na pele e a dor da depilação com cera, você não vai sofrer com a depilação a laser.

Mas sim, podemos afirmar que durante o tratamento, algumas pessoas podem sentir uma certa dor, sendo mais comum uma sensação de desconforto, como se sentisse algumas picadinhas na área tratada.

Quanto mais fina e sensível a pele do local for, maior a chance de sentir dor e desconforto durante a depilação, sendo as áreas mais comuns para sentir essa dor, é onde existe quantidade maior de pelos e grossos.

Porém, são nessas regiões que os resultados são melhores.

É importante saber que não é possível usar pomada anestésica antes do procedimento, pois, como falamos anteriormente, qualquer coisa é obrigatoriamente retirada da pele antes de começar a sessão.

Áreas que o laser é mais indicado e quais pessoas podem fazer

A verdade é que todas as áreas do corpo respondem bem a depilação a laser, inclusive algumas pessoas realizam esse procedimento no corpo todo.

A realização desse procedimento é indicada para todas as pessoas saudáveis que não possuam nenhuma doença crônica e que, sejam maiores de 18 anos.

Com a atualização das maquinas, pessoas com o tom de pele mais escuro podem fazer a depilação a laser, isso só é possível agora, pois nas maquinas antigas ainda não existiam um laser com regulagem mais apropriada e podiam causar manchas.

Contraindicações da depilação a laser

Como falamos anteriormente, qualquer pessoa saudável pode realizar o procedimento, mas existe algumas ressalvas, sendo elas:

  • Pelos muito claros;
  • Diabetes não controlada que causam sensibilidade na pele;
  • Hipertensão não controlada;
  • Epilepsia;
  • Gravidez;
  • Pessoas que fazem uso de remédios fotossensibilizantes;
  • Doenças de pele;
  • Feridas abertas ou hematomas recentes no local;
  • Durante o tratamento de câncer;

Cuidados!

Apesar de ser um procedimento tranquilo de se fazer, é necessário tomar alguns cuidados com a pele, sendo eles:

  • Manter a pele hidratada para o laser atuar melhor, sendo indicado beber bastante água e fazer uso de cremes hidrantes dias antes ao tratamento;
  • Não realizar depilação que remova os pelos antes da depilação a laser, pois o laser atua exatamente na raiz do pelo;
  • Não possuir feridas ou hematomas no local que a depilação será realizada;
  • Áreas mais escuras como axilas, por exemplo, podem ser previamente clareadas com cremes e pomadas para ajudar no resultado;
  • Não pode tomar sol por pelo menos 1 mês antes, nem por 1 mês depois do tratamento, sem usar cremes bronzeadores ou clareadores na região tratada;

Dúvidas mais frequentes sobre a depilação a laser

Agora vamos falar sobre as dúvidas mais frequentes sobre a depilação a laser, afinal, podem ser os mesmos questionamentos que o seu, não é mesmo? Então, vamos lá.

1. Como a pele fica depois da primeira sessão?

Depois da sessão é normal que a área tratada fique um pouco mais quente e avermelhada, isso acontece devido ao sucesso do tratamento. Essa irritação some algumas horas depois.

Por isso, é importante ter cuidados com a pele para evitar manchas escuras, o uso de loção calmante é recomendado, além do uso de protetor solar caso essa área fique naturalmente exposta ao sol, como rosto, braços, dentre outros.

2. Quantas sessões são necessárias?

A quantidade de sessões vária de acordo com cada um, levando em consideração a cor da pele, do pelo, espessura e tamanho da área a ser depilada, mas, num geral, varia de no mínimo 4 sessões a 5 sessões.

3. A depilação é para sempre?

De certa maneira, não, pois nenhum laser causa uma depilação definitiva, pois alguns podem surgir tempos depois, por isso é necessário a manutenção anual para eliminar os pelos que podem ser mais teimosos.

De qualquer forma, pessoas já relataram que com o passar do tempo e algumas manutenções que possuem menos sessões, com um bom profissional e aparelho adequado, poucos pelos aparecem no lugar e demoram meses, as vezes anos.

4. Posso me depilar durante o tratamento?

É permitido apenas depilação com lâminas e cremes depilatórios, pois esses preservam a estrutura do pelo para serem eliminados ao longo do tratamento.

Porém, depilação com cera fria ou quente, pinça ou eletrólise não podem ser feitas durante quatro e seis semanas durante e antes do tratamento.

5. Com qual profissional posso fazer a depilação a laser?

Então, a legislação não define exatamente qual profissional pode realizar a aplicação a laser, porém, é recomendado que seja feito uma avaliação antes de iniciar o procedimento com um dermatologista.

Dessa maneira, esse dermatologista pode avaliar de forma criteriosa sua pele e definir qual melhor tratamento para a mesma, sendo assim, você pode escolher uma clínica e profissional de confiança.

6. Existe algum risco no uso do laser?

Assim como todo tratamento, existe algum risco sim, pois, se a intensidade do aparelho não tiver calculada corretamente, pode ocorrer queimaduras na pele, por isso é importante procurar uma clínica de confiança.

Além disso, pode surgir irritação, coceira ou pequenas feridas na pele, mas isso é muito raro e caso aconteça, é possível resolver facilmente com corticoides, hidratantes e antialérgicos.

7. Quanto custa uma sessão?

Depende muito da área e quantidade de pelos a serem tratados, mas em média entre 150 até pacotes de mil reais.

Conclusão

No artigo de hoje, pudemos ver sobre a depilação a laser, tirando assim uma grande gama de dúvida sobre o procedimento.

Esse procedimento fornece grandes benefícios para quem decide realiza-lo, benefícios esses que vão além da estética e ajudam na saúde também.

Afinal, quem nunca sofreu com pelos encravados, foliculite ou qualquer outro problema relacionado a pelos? A depilação a laser resolve tudo isso.

expand_less
Icone mensagem

Baixe o Aplicativo, acesse seus cupons com facilidade e receba descontos exclusivos.

Feito com carinho para você achar os melhores tratamentos.