Saiba mais sobre Lipocavitação - Lipo sem corte
close

Lipocavitação - Lipo sem corte

Compartilhe esse artigo:

Praticar exercícios físicos, como esporte, academia, caminhadas, dentre outros, são realizados com objetivos de estética e saúde, não é mesmo?

Além disso, uma alimentação saudável também faz parte da rotina de quem deseja manter a saúde e o corpo em dia.

Mas, mesmo com tudo isso sendo algo muito bom por vários motivos, as vezes aquela gordurinha persiste em permanecer naquele local desagradável, né? E quem é que nunca sonhou em elimina-las sem precisar “entrar na faca”, certo?

Bom, se essa sempre foi a sua vontade e você acha que isso não é possível, está enganado, pois já existe a lipocavitação, em outras palavras, a lipo sem corte.

Essa é uma ótima notícia, né? Sendo um procedimento estético que serve para eliminar a gordura localizada, a lipocavitação utiliza um aparelho de ultrassom que ajuda na destruição da gordura acumulada.

Esse procedimento é conhecido mais como a lipo sem cirurgia, não é doloroso e ajuda a perder volume, além de modelar mais o corpo e definir, melhorando o aspecto da pele e diminuindo a celulite do local em que o procedimento foi realizado.

Ficou curioso e quer saber mais sobre o assunto? Então não deixe de acompanhar esse texto até o final, pois hoje vamos falar sobre a lipocavitação e tirar todas as suas dúvidas sobre ela. Preparados? Vamos lá!

O que é a Lipocavitação?

A lipocavitação pode ser chamada de ultracavitação ou apenas cavitação, mas é popularmente conhecida como lipo sem corte.

A lipo sem corte é um tratamento que usa um aparelho de ultrassom de 40khz, ou seja, de alta potência, para assim atingir as camadas mais profundas de gordura da pele.

Essa potência atinge a camada adiposa com tanta profundidade que causa a reação chamada “lipólise”, que é a quebra de gordura, transformando a mesma em ácidos graxos para o seu organismo.

Em outras palavras, o aparelho emite uma certa onda sonora, de forma inaudível que é capaz de penetrar e chegar até as células de gordura, é como se causasse um terremoto nas células.

Essa ação, que podemos explicar como uma agitação, é a chamada cavitação, que causa um dano nas células de gordura, quebrando e liberando a mesma.

Como a Lipocavitação é feita?

De forma resumida, o procedimento pode ser feito em um consultório de fisioterapeuta e dermatologista funcional ou numa clínica estética, e o procedimento leva em média 40 minutos.

Mas, para você entender melhor sobre o funcionamento desse procedimento, separamos as etapas em alguns tópicos, eles são:

  • Preparo
  • Procedimento
  • Recuperação

Agora, vamos falar um sobre cada um desses tópicos.

Preparo

Pode ficar tranquila, pois não é preciso nenhum preparo em especial para a realização da lipocavitação, apenas é importante fazer uma avaliação com o especialista que irá realizar o procedimento, ou que indicou o mesmo.

Como dito anteriormente, o procedimento pode ser feito em clínicas de estética, consultórios de fisioterapeuta dermato-funcional ou dermatologista.

Antes de iniciar o tratamento, você deve passar por uma anamnese, que funciona como um questionário, com perguntas feitas pelo profissional para checar o estado da sua saúde.

Inclusive, é importante realizar exame de sangue para medir o colesterol, pois o procedimento pode mexer na taxa devido à gordura que se descoloca durante o procedimento.

Procedimento

Agora chegamos à etapa do procedimento, no dia da lipocavitação o paciente deve usar uma roupa íntima confortável e terá a área a ser tratada higienizada de forma correta.

Após isso, um gel de formula neutra será usado na pele para conduzir o aparelho, esse equipamento será ligado e entrará em contato com a pele, em seguida, será realizado movimentos circulares durante o procedimento todo.

Esse equipamento emite ondas de ultrassom que penetram as células de gordura, estimulando assim a destruição da mesma, fazendo com que os restos dessas células sejam levados para a corrente sanguínea e linfática, para assim ser eliminada pelo organismo.

Cada sessão pode durar em média, 40 minutos, por cada região do corpo.

Recuperação

A recuperação em si é quase imediata, justamente porque apenas o uso da lipocavitação não fornece os efeitos completos.

Ou seja, mesmo o aparelho realmente quebrando a célula de gordura do local, é importante acelerar o metabolismo para eliminar essa gordura de forma mais significativa e rápida, além de manter o resultado ideal pelo tempo que desejar.

Sendo assim, é necessário realizar exercícios físicos logo após as sessões, além disso, para quem tiver condições financeiras, o uso de massagens modeladoras e drenagens linfáticas são grandes aliados.

Quando a Lipocavitação é indicada?

Além da lipocavitação possuir inúmeros benefícios e interferir diretamente na saúde, autoestima e no bem estar, esse procedimento é indicado para os seguintes fins:

  • Eliminar gordura localizada na barriga, coxas, braços, costas, flancos e culotes que não foram eliminados por completo com dieta e exercícios;
  • Tratar da celulite, sim, isso mesmo que você leu, além de reduzir a porcentagem de gordura, quando ocorre a quebra das células de gordura a celulite pode sumir, pois elas são formadas pela mesma gordura;
  • Modelar o corpo, perdendo o volume de gordura na área tratada e ficando com ele mais definido e esbelto;

Contraindicações para a realização de Lipocavitação

A lipocavitação não é indicada para pessoas obesas, ou seja, que estejam muito acima do peso ideal, pois seriam necessárias muitas sessões para alcançar um resultado positivo.

Além disso, não é indicada também para pessoas com hipertensão descontrolada, doenças cardíacas, como arritmia cardíaca grave, por exemplo, e doenças hepáticas ou renais, flebite, epilepsia e condições psiquiátricas graves.

Para pessoas que possuem algum tipo de prótese, parafusos ou placas metálicas no corpo, processos inflamatórios ou varizes na área a ser tratado também não é recomendado.

Mulheres que possuem DIU ou que estejam grávidas também não podem realizar o procedimento, além desses citados até agora, outras situações também impedem a realização do procedimento, sendo elas:

  • Diabéticos;
  • Pessoas com colesterol alto;
  • Portadores de paralisias;
  • Pacientes com cirrose;

De qualquer maneira, é importante consultar um profissional para saber se você realmente pode realizar o procedimento.

Resultados e benefícios da Lipocavitação

Normalmente, os resultados do procedimento são vistos de cara no primeiro dia do tratamento e vão melhorando conforme os dias passam.

A lipocavitação tem a capacidade de eliminar certa de 3-4cm logo no primeiro dia de procedimento, e em média mais 1cm em cada sessão.

Sendo necessário que, em 48h após o tratamento, além da alimentação saudável, o paciente realize algum exercício físico ou drenagem linfática, dessa maneira evitando o acúmulo de gordura no local novamente.

Os benefícios são vários, como citados até agora ao longo do texto, não precisar passar por uma cirurgia para alcançar o corpo que deseja é o ponto alto desse procedimento.

Dúvidas frequentes sobre a Lipocavitação

No tópico de agora, separamos algumas das dúvidas mais frequentes sobre a lipocavitação, e vamos responder todas para te ajudar a decidir sobre realizar o procedimento sem dúvidas e sem medos, certo? Então, vamos lá!

1. Existe algum risco nesse procedimento?

Não existe risco algum, desde que o procedimento seja realizado de acordo com o protocolo e por um profissional e clínica adequados e de confiança.

Mas, é possível que ocorra um aumento do colesterol após o procedimento, não é regra, mas pode acontecer, e para evitar que isso ocorra, exames prévios são necessários.

Além disso, é necessário seguir as orientações do profissional que realizar o procedimento, como por exemplo, beber água e chá verde ao longo dos dias e realizar atividade física.

2. Quantas sessões são necessárias?

Normalmente é necessário no mínimo 3 sessões para que um resultado mais definitivo seja visualizado, mas o número de sessões pode variar de acordo com o objetivo da pessoa e a quantidade de gordura localizada.

Por isso, normalmente é realizado de 3 a 10 sessões, e quando a região é muito grande ou com muita gordura pode ser recomendado mais sessões, de no mínimo 2 vezes ao mês.

3. Quem pode aplicar a lipocavitação?

Somente profissionais com formação necessária podem realizar esse procedimento, como médicos, esteticistas treinados e fisioterapeutas.

4. É um procedimento doloroso?

A técnica de lipocavitação é completamente indolor, sendo o único incômodo ao paciente os altos zumbidos que o aparelho faz durante o procedimento.

5. Os resultados duram por quanto tempo?

A gordura eliminada não retorna para o local, por isso pode durar a vida toda, mas, para isso, é importante manter hábitos saudáveis, dessa forma o corpo não produz células novas de gordura e nem formação de novos depósitos.

Isso não é exclusivo da lipocavitação, é normal em qualquer tratamento de gordura.

6. Quanto custa o preço da lipocavitação?

O preço pode variar de acordo com a área a ser tratada e a quantidade exata de sessões, podendo ser de duzentos até mil reais, ou mais, dependendo do aparelho em si e do uso de outras técnicas atreladas a esse procedimento.

Conclusão

No artigo de hoje, pudemos ver mais sobre a lipocavitação e sanar boa parte das dúvidas sobre o assunto, não é mesmo?

Esse procedimento é o sonho de muitas pessoas, por não precisar de corte e nem grandes preparos ou pós operatório, já que não é uma cirurgia.

Além disso, fornece vários benefícios a saúde que citamos ao longo do texto.

expand_less
Icone mensagem

Baixe o Aplicativo, acesse seus cupons com facilidade e receba descontos exclusivos.

Feito com carinho para você achar os melhores tratamentos.